JESUS CRISTO, O FILHO DE DEUS

Em toda nossa caminhada devemos ter sempre Cristo como nosso guia. Ele nos guarda a cada dia. "Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glória, pois a ele eternamente. Amém." Sejam bem vindos ao nosso blog em o nome do Senhor Jesus !!! Disse Jesus: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. Amo ao Senhor Jesus Cristo, porque Ele me amou primeiro e trouxe-me para a sua maravilhosa presença. Deus é tremendo !!!

quinta-feira, 7 de junho de 2012

HISTÓRIA DE JOSÉ DE NAZARÉ


José e JesusEsposo de Maria, mães de Jesus. Era o pai adotivo de Cristo. Seu nome é mencionado nas narrativas sobre o nascimento deJesus, em Mateus 1 e 2 e Lucas 1 e 2, bem como na árvore genealógica, Lucas 3,23.
Pouco se sabe sobre a vida de José, esposo de Maria.
Pertencia à casa e família de Davi (Lucas 2,4), a linhagem do Messias (2 Samuel 7,12 e 16).
Não era o pai biológico de Jesus (Mateus 1,22-25). Apenas tornou-se o pai adotivo do Salvador. Nesta condição, era seu pai legal, o que colocava Cristo na linhagem dos descendentes de José e sua família, bem como na de Maria (Lucas 3,23-38).
José e Jesus
Além de sua árvore genealógica, os únicos outros aspectos conhecidos da vida de José são o seu casamento com Maria, sua residência e profissão. Era de Nazaré na Galiléia e nesta cidade trabalhava como carpinteiro (Mateus 13,55), um ofício que ensinou a Jesus (Marcos 6,3). Não há como saber a idade de José, comparando-se como a de Maria quando se conheceram e ficaram noivos. Algumas passagens indicam que ele era bem mais velho do que ela e provavelmente já havia falecido quando Jesus iniciou seu ministério (Mateus 13,55; João 2,1; Lucas 3,23). De acordo com os costumes e cultura de Israel, seu noivado e casamento foram arranjados pelos pais.
Em termos de caráter, Mateus afirma que José era justo e compassivo. Além de obedecer a Lei Mosaica, sua compaixão é demonstrada ao descobrir que Maria estava grávida. Decidiu divorciar-se dela em segredo, ao invés de expô-la à condenação pública, conforme a Lei lhe permitia (Deuteronômio 22,23-24; 24,1).
Foi instruído a não divorciar de Maria porque o que estava nela foi gerado pelo Espírito Santo e colocar o nome da criança de Jesus. Morou no Egito e depois em Nazaré por ordem divina. Aparece na circuncisão de Jesus e quando ele tinha doze anos. Não há como sabermos quando ou como José morreu, ou quais foram às circunstâncias. Demonstrava ser uma das figuras mais piedosas mostradas nas Escrituras.
Fonte de pesquisa:
Quem é quem na Bíblia Sagrada. Editado por Paulo Gardner. Editora Vida.

2 comentários: