JESUS CRISTO, O FILHO DE DEUS

Em toda nossa caminhada devemos ter sempre Cristo como nosso guia. Ele nos guarda a cada dia. "Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glória, pois a ele eternamente. Amém." Sejam bem vindos ao nosso blog em o nome do Senhor Jesus !!! Disse Jesus: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. Amo ao Senhor Jesus Cristo, porque Ele me amou primeiro e trouxe-me para a sua maravilhosa presença. Deus é tremendo !!!

quinta-feira, 7 de junho de 2012

HISTÓRIA DE MARIA, MÃE DE JESUS CRISTO


É uma das figuras mais proeminentes da Bíblia. Sua vida foi caracterizada pela fé, humildade e obediência à vontade de Deus. Ocupa uma posição impar na história da humanidade como a mulher escolhida por Deus para conceber Jesus, o Salvador do mundo. É amada e admirada por milhões de pessoas no mundo.
MariaEra da descendência de Daví (Lucas 3,23-37). Vivia numa vila chamada Nazaré, localizada nas planícies do sul da Baixa Galiléia. Era noiva de José, um homem fiel e temente a Deus. Recebeu a visita do anjo Gabriel que anunciou que seria a mãe do Filho de Deus (Lucas 1,26-33), ficando grávida pelo poder do Espírito Santo sendo virgem (Lucas 1,34-38). José casa-se com ela em obediência a Deus (Mateus 1,18-25), pois a queria deixá-la secretamente para não humilhá-la ao descobrir sua gravidez.
Deu à luz numa pequena cidade chamada Belém (no hebraico Beit-Lechém), precisamente numa estrebaria. Ao oitavo dia circundam Jesus conforme a Lei e depois apresentam o menino templo com a cerimônia de purificação de Maria.
É mencionada na visitação dos reis magos, na fuga para o Egito, de volta em Nazaré da Galiléia e na festa da Páscoa quando Jesus tinha doze anos (Mateus 2,11-15; 2,19-23; Lucas 2,39; 2,41-52).
Jesus sendo crucificadoSó encontramos Maria durante o ministério de Jesus. Nesta ocasião é que fica bem clara que Maria não havia entendido por completo a identidade ou a missão do filho (João 2,1-10; Marcos 3,20-21 e 31-32).
Esteve presente durante o sofrimento e a crucificação de Jesus (João 19,25). Ficou perto da cruz e observou dolorosamente a angústia e a tortura do filho. Jesus a entregou aos cuidados de João, seu discípulo amado para tomar conta dela.
A última referência a Maria na Bíblia encontra-se depois da ressurreição de Cristo reunida no cenáculo, numa reunião de oração com outros, 119 pessoas (Atos 1,14). Aquela que carregou Jesus nos braços e cuidou dele como sua mãe agora estava pronta para servi-lo como seu Senhor e Salvador.




Fonte de pesquisa:
Quem é quem na Bíblia Sagrada. Editado por Paulo Gardner. Editora Vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário