JESUS CRISTO, O FILHO DE DEUS

Em toda nossa caminhada devemos ter sempre Cristo como nosso guia. Ele nos guarda a cada dia. "Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glória, pois a ele eternamente. Amém." Sejam bem vindos ao nosso blog em o nome do Senhor Jesus !!! Disse Jesus: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. Amo ao Senhor Jesus Cristo, porque Ele me amou primeiro e trouxe-me para a sua maravilhosa presença. Deus é tremendo !!!

terça-feira, 23 de julho de 2013

O EXEMPLO DE MARIA

MARIA, A MÃE DO NOSSO SALVADOR

Maria, a mãe do nosso Senhor e Salvador, era uma mulher jovem, fiel a Deus, seguidora da lei de Moisés, a lei, a qual Deus ordenara ao seu servo Moisés e a todo o povo de Deus. Certamente ela era obediente aos preceitos do Senhor Deus, de tal maneira que Deus achou graça na virgem que fora fiel a Deus na sua geração.
No livro de Isaias, no capítulo 8 vs 14, Deus disse que uma virgem conceberia e daria à luz um filho, e essa profecia se cumpriu na virgem Maria uma humilde serva do Senhor.
No evangelho de Lucas, vemos registrado uma linda história, onde essa virgem, fora avisada por um anjo por nome Gabriel, que fora enviado por Deus, para dar as novas à Maria.
Disse o anjo a Maria:  Salve, agraciada o Senhor é contigo:  bendita és tu entre as mulheres (Lc 1:28) e ainda disse mais no vs 30,  para que não temesse, pois ela tinha achado graça diante de Deus.  Deus era com Maria e achou graça na virgem, pois com certeza, ela era uma jovem fiel ao seu Deus, cumpridora da vontade do Senhor, na sua geração.  Assim, pôde ela alcançar da parte de Deus, essa graça, a maravilhosa oportunidade de carregar no seu ventre, o Salvador da humanidade.  Ele já existia, desde a eternidade, mas foi manifestado ao mundo, através de uma jovem fiel e temente a Deus.
Ela creu na palavra do Senhor, e alcançou dEle essa maravilhosa benção, e mesmo assim, continuou serva e humilde diante do Senhor.  Aquela que não conhecia varão, teve o privilegio, de dar à luz um filho, gerado pelo Espírito Santo de Deus.  Tudo isso, fruto da sua obediência a palavra de Deus.  E assim, veio Jesus ao mundo, o Unigênito de Deus, e o primogênito de Maria.  Deus cumpriu a promessa feita pelo profeta Isaias.
Devemos entender, que ela apesar de ser escolhida por Deus, para ser a mãe do Salvador, não deve ser cultuada e nem a ela serem dirigidas as nossas orações, pois ela foi um canal de benção, que Deus usou, para cumprir o seu propósito, que foi o de enviar o seu filho para salvar a humanidade.  Em nenhum momento ela tomou essa honra para si, pois sabia muito bem que isso foi obra do Altíssimo, a quem ela servia de todo seu coração. Precisamos por em nossa mente, que devemos cultuar somente a Deus, e em nome de Jesus, dirigir a Ele, nossas orações.
Ela foi escolhida por Deus, e O obedeceu, e hoje cabe a todos nós, que também somos escolhidos(as) por Ele, obedecê-lo e amá-lo, como fez Maria, a mãe de Jesus.  Certamente, ela foi um dos maiores exemplo de fé e obediência, que a Bíblia registra, sendo JESUS CRISTO, o maior exemplo.  Ele obedeceu ao Pai Celestial para nos salvar e nos reconciliar com Deus.  Ele foi obediente até a morte e morte de cruz(Filipenses 2:8). Portanto, que assim como Maria, somos agraciados com a benção da salvação, pois seu filho veio para salvar os que se haviam perdido, e todos nós que O aceitamos, somos filhos de Deus, assim como sua mãe era uma filha de Deus, serva do seu filho Jesus.  Ela certamente, seguia os passos de Jesus e obedecia a sua palavra, pois sabia que tinha gerado o Salvador de toda humanidade, onde ela também esta incluida.  A mãe do Salvador, foi salva pelo seu filho, e Deus nos convida a aceitar Jesus, como nosso Salvador.  Maria teve ainda, o privilégio de gerar filhos e filhas, em uma sociedade onde mulheres que não tinham filhos, eram discriminadas, Deus a abençoou abundantemente com essa benção de ser mãe, não só do Salvador, mas também de Tiago, José, Simão e Judas e também mulheres.  (Mt 13:55-56). Embora, há quem diga, que eram primos de Jesus, isso, para defenderem a doutrina da virgindade perpétua de Maria, como se fosse desonra para uma mulher, ser mãe.  A Bíblia nos ensina que os filhos são herança do Senhor(Salmos 127:3) e nos tempos bíblicos, desde o Gênesis, vemos que era considerado um opróbrio para as mulheres que não os tinham.  E Deus abençoou Maria plenamente até nesse aspecto.  Não há desonra alguma nisso, mas sim, a mão do Senhor estendida para sua serva.
Maria,  a serva do Senhor, nos deixou um grande exemplo, exemplo esse que deve ser seguido por toda a humanidade, o de ser fiel e obediente ao Salvador.  Somos fracos e falhos, mas com a ajuda do Espírito Santo, que foi enviado pelo Pai com a intercessão de Jesus depois da sua ressurreição, conseguiremos fazer a vontade do Pai amado, e juntos com Maria, estaremos um dia, para sempre juntos de Deus.  Ela fez a parte dela na sua geração e hoje está esperando a ressurreição dos mortos (há quem diga que ela já ressuscitou, mas isso é especulação, não é ensino dos apóstolos do Senhor Jesus), que se dará no arrebatamento da igreja, a qual, ela faz parte e nós também. Prossigamos nessa jornada, olhando para o alvo que é Cristo Jesus, Ele tem vitória para nós, o seu povo, e assim como Maria, podemos dizer :  A minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador.  (Lc 1:46-47).


Bíblia Sagrada
Edilberto Pereira (Bacharel em Teologia - FTL - FAECAD)

terça-feira, 9 de julho de 2013

PRINCÍPIOS BÁSICOS PARA A INTERPRETAÇÃO DA BÍBLIA

     Problemas                                                                                  Princípios
Até que ponto a Bíblia é                        1 .  Reconhecer toda a Bíblia  como a inerrante Palavra de
realmente verdadeira ?                                de Deus em virtude  de ser ela o "sopro de Deus"   como
                                                                      Palavra de Deus.   "A tua palavra  é a verdade."    Essa
                                                                      qualidade de "verdade" abrange todos os seus registros.

Que tradução devemos                             2 . É útil usar várias traduções para leitura e estudos. En-
usar em seu estudo ?                                      tretanto, a palavra final com respeito  a  qualquer dou-
                                                                        trina ou  interpretação  será dada pelos contextos    he-
                                                                        braico e grego dos dois mandamentos.

É correto interpretá-la                             3 . Busque o significado mais bem compreendido pelo pú-
literalmente ?                                                blico a quem o texto foi dirigido.  Isso  é feito  pela in-
                                                                        pretação gramatical em seu contexto histórico.   Como
                                                                        ocorre com toda literatura,  reconheça  o uso  de even-
                                                                        tuais figuras de linguagem que transmitam e  afirmem
                                                                        verdades literais.

                                                                    4 . Certifique-se de que a  interpretação se ajusta ao con-
                                                                         texto histórico e que responda ao problema específico
                                                                         envolvido.  Cuidado para não  afirmar promessas   ou
                                                                         aplicações de lições fora de seus contextos.

Como podemos saber se temos                  5 . Confira a  interpretação  duvidosa  com outros textos
a interpretação correta ?                                claros sobre o assunto.   Esse é o princípio dedudível
                                                                         da "analogia da fé"  que  reconhece  a  harmonia de 
                                                                         de toda a Bíblia.
                                                         
                                                                    6 . Reconheça o  princípio  da "revelação progressiva".
                                                                         Esse princípio lembra-nos  que Deus  deu a  Palavra
                                                                         em um fluxo de verdade gradual  e  progressivo  ade-
                                                                         quado a cada geração e,  ainda,  que somente é com-
                                                                          pleto no todo.

Como devemos entender a descrição         7 . Reconheça o princípio da "acomodação divina", se-
humana de verdades divinas ?                        gundo o qual Deus  apropriou-se  da linguagem hu-
                                                                          mana não como um "instrumento imperfeito",  mas
                                                                          como um veículo  para  comunicar sua verdade.  As
                                                                          verdades são com freqüência ensinadas  com  o  uso 
                                                                          de analogias humanas.

De que maneira podemos aplicar              8 . Aprenda a  extrair os princípios  das lições  históri-
tais lições à nossa vida cristã hoje ?               cas e das verdades doutrinárias de um texto.   O es-
                                                                          tudo de um texto fica comprometido  sem  a  devida
                                                                          aplicação dos princípios  aprendidos  à  vida  cristã
                                                                         diária.



Fonte :  Conheça melhor o ANTIGO TESTAMENTO
STANLEY ELLISEN

Editora Vida
                                                                     

DEUS DO IMPOSSÍVEL

Impossível -  1 -Que não tem possiblidade; irrealizável, impraticável. 2 - Incrível, extraordinário. 3 - Insuportável, intolerável.  4 - Coisa impossível. (mini dicionnário Aurélio).

Veremos nesse estudo, algumas das obras de Deus, O TODO PODEROSO, que na visão humana seria impossível de ser realizada.
Em Gênesis 17:15-17, Deus promete a teu servo Abraão que sua mulher lhe daria um filho na sua velhice.  Abraão, questionou isso, por ter olhado para as circunstâncias, ele com 100 anos e sua mulher com 90 anos, fato humanamente impossível de acontecer.  Mas estamos tratando de uma promessa feita pelo Criador dos Céus e da Terra, e tenhamos certeza disso, nenhuma promessa feita por Deus, cairá por terra.  E como se daria isso ?  Se Sara já estava avançada em idade e já o costume das mulheres  havia cessado ?  (Gn 18:11). Aqui entra a ação do Deus do Impossível, Aquele que promete e cumpre, e com a idade de 91 anos, Sara dá a luz um filho, o qual se chamou Isaque, e assim Deus cumpriu a promessa feita a Abraão.  Pode ser que exista algo em sua vida, que em condições normais, não há como se realizar, mas creia que Deus é o mesmo ONTEM, HOJE E ETERNAMENTE, e Ele tem poder para realizar em sua vida, basta que você creia na promessa que Ele te fez, com certeza, no tempo determinado, se cumprirá na sua vida.  Outro fato que a Palavra de Deus nos relata, é a respeito de Rebeca, esposa de Isaque, essa era estéril e não podia ter filhos (Gn 25.21), vemos aqui mais um milagre da parte do nosso Deus, uma estéril, se tornando mãe, em resposta as orações de Isaque.  Deus respondeu e mais uma vez, mostrou que é o Deus do Impossível, o Deus que opera maravilhas na vida dos que nEle confiam. Outro caso de esterilidade foi o de Raquel (Gn 29:31c), Deus a ouvindo, concedeu a ela, a benção de ser mãe, abrindo assim, a sua madre (Gn 30:22).  Até aqui temos visto, três casos, em que aos homens era impossível, mas o Senhor Deus, fez com que essas pessoas se regozijassem e presenciassem o poder de Deus em suas vidas.  Há muitos casos na palavra de Deus, onde vemos a operação divina, estarei aqui, citando dois grandes livramentos que Deus deu a seus servos, onde, eles não se livrariam pela mão humana, mas a mão forte do nosso Deus, milagrosamente os livrou.  
No livro de Daniel, três jovens, foram lançados numa fornalha, que fora aquecida sete vezes mais, por eles não terem se curvado diante da estátua do rei Nabucodonosor.  Foram esses jovens Sadraque, Mesaque e Abednego, servos do Deus Altíssimo, que por amor e obediência ao Deus Todo Poderoso, preferiram a fornalha, do que a se dobrarem diante de uma estátua.  Deus não os livrou de irem para a fornalha, mas, dentro da fornalha, Ele os livrou, não deixando que nem sequer um fio dos cabelos dos seus servos fossem queimados. O impossível ocorreu na vida desses três jovens, por confiarem em Deus e temerem ao Todo Poderoso, foram livrados da fornalha, fazendo assim, que o próprio rei Nabudoconosor, glorificasse ao Deus criador dos Céus e da Terra (Daniel 3). E ainda nesse mesmo livro, vemos Daniel, sendo jogado na cova dos leões, e Deus, livrando o seu servo a boca dos leões, fazendo assim que o rei Dario fizesse um decreto, em que todos do seu reino temessem ao Deus que tudo pode (Daniel 6).  Vemos nessas passagens, que o nome do Deus Todo Poderoso, foi glorificado, pois só Ele faz o impossível na vida do ser humano.
Finalizando esse estudo, podemos ver também a mão de Deus, estendida sobre Isabel, prima de Maria, a qual era estéril e já estava avançada em idade(Lucas 1:7), e Deus concedeu a ela, de ser mãe do profeta João Batista, nos mostrando assim que Ele é o Deus do impossível.  A bíblia nos relata muitos casos, onde podemos ver a mão de Deus sobre o seu povo, mas, creio que através desses acontecimentos aqui citados, podemos glorificar o nome do nosso Deus, que fez, faz e continua fazendo maravilhas.

Bíblia Sagrada
Edilberto Pereira (Bacharel em Teologia - FTL - FAECAD)