JESUS CRISTO, O FILHO DE DEUS

Em toda nossa caminhada devemos ter sempre Cristo como nosso guia. Ele nos guarda a cada dia. "Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glória, pois a ele eternamente. Amém." Sejam bem vindos ao nosso blog em o nome do Senhor Jesus !!! Disse Jesus: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. Amo ao Senhor Jesus Cristo, porque Ele me amou primeiro e trouxe-me para a sua maravilhosa presença. Deus é tremendo !!!

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

OPINIÃO

Sabemos que há discordância de opiniões a respeito dos irmãos de Jesus mencionados nos evangelhos, serem filhos de Maria e José, conforme crêem boa parte, ou a maioria dos protestantes, ou se os irmãos mencionados pelos evangelistas são filhos de outra Maria, irmã da mãe de Jesus, teoria defendida tanto pelos romanos quanto pelos ortodoxos.
Percebe-se que os evangelistas mencionam Tiago e José como sendo filhos de Maria, irmã da mãe de Jesus, enquanto que em relação aos irmãos de Jesus mencionam Tiago, José, Simão e Judas, e também se menciona irmãs. Segundo os evangelistas a irmã de Maria teve dois filhos ou pelo menos só é mencionado dois quando no evangelho fala à respeito da irmã de Maria,  e a mãe de Jesus, após o nascimento de Jesus, teve quatro filhos e filhas.
A não ser que se queira dar uma explicação para o fato de se ter mencionado somente dois filhos da irmã de Maria em relação aos demais citados no evangelho, o motivo de não ser mencionado Simão e Judas juntamente com Tiago e José.  Nas passagens no evangelho falando de Maria a irmã da mãe de Jesus, nunca foi citado Judas como filho dela, como está escrito em relação aos irmãos de Jesus. Em Mt 27 : 56; Mc 15:40 são citados como filho de sua irmã Tiago e José, Lc 24 : 10 só cita como a mãe de Tiago, esses, ao meu ver, não são os mesmos que estão escritos em Mt 13 : 55.
 Acredito que estamos diante de parentesco diferente, ou seja, os irmãos de Jesus que sempre estavam juntos com a mãe de Jesus, não são seus primos,  filhos da outra Maria, mas sim os filhos da própria Maria com seu esposo José.
Penso eu, que os irmãos mencionados pelos evangelistas sejam realmente filhos de Maria e José, pois no meu entendimento em nada mancharia a santidade e pureza da mãe do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo ter tido outros filhos, pois diz as escrituras em salmos que os filhos são herança do Senhor (Sl 127:3), e que desde o princípio Deus ordenou ao homem "crescei e multiplicai" (Gn 1 : 28). Baseado nesses dois versículos, entendo que Maria foi não só agraciada pelo Pai por ser a escolhida para ser a mãe do Senhor, o Filho Unigênito do Pai, como também foi agraciada por Deus ter concedido a ela outros filhos, os quais estavam no cenáculo juntamente com Maria e os demais Apóstolos, perseverando unanimemente em oração (At 1 : 13-14).
Dá-me a entender que os irmãos de Jesus que estavam no cenáculo não são os filhos da irmã de Maria cujos filhos são Tiago e José, pelo menos a presença deles não foi mencionada aqui, fato esse que me leva a pensar que os irmãos de Jesus mencionados pelos evangelistas sejam de fato os filhos de Maria e José.
Antes de se mencionar os irmãos de Jesus no cenáculo, notamos outras pessoas com o mesmo nome de dois irmãos de Jesus, Tiago e Judas, assim descrito no versículo 13 do capítulo 1° de Atos dos Apóstolos: Tiago,..., Tiago, filho de Alfeu,..., e Judas, irmão de Tiago.  Vemos que existem várias pessoas com o mesmo nome, mas de famílias distintas.
Certamente que a nossa salvação não depende de que Maria teve mais filhos ou não, mas penso que, se acreditarmos que ela teve mais filhos, em nada afeta a santidade da mãe do Salvador e não é uma falta de respeito e consideração à mãe de Jesus, que todos sabemos ter sido à escolhida para que através dela, o Filho de Deus fosse manifestado ao mundo, e não há motivo para que interpretemos os irmãos de Jesus, como sendo filhos de outra pessoa, Maria continuou santa, honrada e serva do Senhor, seguidora fiel do Senhor e Salvador Jesus Cristo, pois certamente como ela sabia que Ele veio para salvar, provavelmente ela também O aceitou como seu Salvador.
Um leitor do site católico Veritatis Splendor (Memória e Ortodoxias cristãs) pediu para que refutassem a passagem dos salmos 68(69), o versículo 9 apontado por protestantes como prova que Maria teve filhos.  Como resposta o autor da resposta disse que nem todos os versículos são messianicos, por esse motivo esse versículo não garante que Maria teve mais filhos.  Penso que através desse versículo também não há garantia que os irmãos de Jesus mencionados nos evangelhos não sejam filhos legítimos de Maria.  Certamente que o objetivo de negar esse fato, é sustentar a doutrina da Imaculada Conceição, doutrina essa, aceita pelos romanos, porém não é aceita por ortodoxos que também acreditam que os irmãos de Jesus mencionados nos evangelhos, em Atos, e outras cartas apostólicas, sejam parentes.
Não sou dono da verdade e nem almejo ser, pois o único homem perfeito, é Jesus Cristo, o Deus encarnado, que na forma humana nunca pecou, e é o único que foi concebido sem pecado.  Ele é fiel e verdadeiro. Somente exponho aqui o meu pensar à respeito de quem são os irmãos de Jesus mencionados nas escrituras.  Possívelmente a razão para que se não interprete os irmãos de Jesus, como filhos de Maria e José,  provavelmente tem o objetivo de se defender a ideologia criada pelos antigos, ideologia essa, que não é embasada nos ensinamentos apostólicos.


Fonte :  Bíblia Sagrada
             Edilberto Pereira - Bacharel em Teologia
             Site católico  Veritatis Splendor

Nenhum comentário:

Postar um comentário