JESUS CRISTO, O FILHO DE DEUS

Em toda nossa caminhada devemos ter sempre Cristo como nosso guia. Ele nos guarda a cada dia. "Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glória, pois a ele eternamente. Amém." Sejam bem vindos ao nosso blog em o nome do Senhor Jesus !!! Disse Jesus: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. Amo ao Senhor Jesus Cristo, porque Ele me amou primeiro e trouxe-me para a sua maravilhosa presença. Deus é tremendo !!!

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

A IGREJA DO SENHOR

A primeira igreja cristã começou com quase 120 pessoas em Jerusalém, que por obediência ao Senhor Jesus, (o fundador da Igreja), que disse que ficassem em Jerusalém até que do alto recebessem poder.
Essa promessa se cumpriu no dia de Pentecostes, onde todos receberam a promessa do Pai. Pessoas de várias nações foram testemunhas do derramamento do Espírito Santo sobre os servos e servas do Senhor.  Na primeira pregação do Apóstolo Pedro, três mil pessoas se converteram a Cristo.
A primeira igreja era composta pelos apóstolos, por Maria, a mãe de Jesus e seus irmãos, e por vários outros, que cumpriram o ide de Jesus.
Jesus deixou sobre a responsabilidade dos Apóstolos ensinar tudo o que tinha ensinado, e isso foi obedecido pelos servos do Senhor.
Com o passar do tempo, devido os problemas surgidos tanto internamente com as heresias, e externamente com as perseguições, houve divisões no meio da igreja, e muitos dos ensinamentos dos apóstolos foram deixados de lado, e foram acrescentando várias novas ideias.
As primeiras igrejas foram a de Jerusalém, Antioquia, Alexandria, Constantinopla e Roma.
Segundo os anabatistas, as primeiras heresias surgidas foram o ensinamento do batismo como meio de salvação e a monarquia dos bispos, e esses ensinamentos não foram aceitos por algumas igrejas, quando aconteceu a primeira divisão no meio da igreja por volta do ano 225dC até 253dC.  Muitas outras heresias foram sendo acrescentadas no decorrer do tempo.
Quando o Imperador Constantino concedeu liberdade de culto aos cristãos, as igrejas que ensinavam a salvação pelo batismo e monarquia dos bispos uniram ao Imperador, enquanto as igrejas que eram contra tais ensinamentos não aceitaram a união da igreja com o Estado, e essas igrejas passaram a ser perseguidas como heréticas, pois rebatizavam os membros que viam das igrejas que para eles estavam desobedecendo a palavra do Senhor.
Essas igrejas que foram perseguidas pelas consideradas oficiais ou seja, as que se uniram ao Imperador Constantino, foram cruelmente massacradas no decorrer dos séculos, porém nunca foram totalmente destruídas, exemplo disso são os Batistas que anteriormente eram chamados de anabatistas.  Segundo declarações de católicos e protestantes, os Batistas tem sua orígem no tempo de Tertuliano (segundo declaração protestante), e segundo declaração   do presidente de um concílio católico que durou de 1545 até 1563),  ele declarou em 1554, que  os Batistas foram perseguidos por cerca de 1200 anos, o que nos dá a entender que começaram a ser perseguidos por volta do ano  345dC, se contarmos a partir do ano de 1545,  aqui está do ano do  início da perseguição e não do ano de orígem dos Batistas.
O que sabemos hoje a respeito do que nos é contado sobre a História da igreja nos livros eclesiasticos é segundo a visão das igrejas que passaram a ser consideradas oficiais pela união com o Imperador Constantino, porém não devemos ignorar que existem os remanescentes das igrejas perseguidas pelas oficiais e que através desses remanescentes podemos saber do outro lado da História, lembrando sempre que ninguém é dono da verdade, mas conhecendo um pouco da História dos remanescentes poderemos analisar mais sobre a tão sublime História da igreja, que foi fundada por Jesus Cristo e que até hoje continua sendo benção para aqueles que se refugiam em seu fundador, Jesus Cristo, que é a cabeça da Igreja.

Fonte:  Site Palavra Prudente
Texto redigido por Edilberto Pereira - Bacharel em Teologia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário