JESUS CRISTO, O FILHO DE DEUS

Em toda nossa caminhada devemos ter sempre Cristo como nosso guia. Ele nos guarda a cada dia. "Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glória, pois a ele eternamente. Amém." Sejam bem vindos ao nosso blog em o nome do Senhor Jesus !!! Disse Jesus: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. Amo ao Senhor Jesus Cristo, porque Ele me amou primeiro e trouxe-me para a sua maravilhosa presença. Deus é tremendo !!!

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

LANÇANDO FORA AS ABOMINAÇÕES

Por abominação podemos entender que é tudo o que desagrada aos olhos do Senhor Deus, são coisas detestáveis, que cheiram mal nas narinas do Deus Todo Poderoso.
Desde o início Deus quis separar para sí um povo especial, zeloso de boas obras (Tito 2 : 14c).
Quando Deus chamou à Abrão, ordenou-lhe que ele andasse na sua presença e que fosse perfeito (Gn 17 : 1).  De Abrão veio Isaque, de Isaque veio Esaú e Jacó que teve seu nome mudado para Israel, e desse nasceu 12 filhos e 1 filha,  que peregrinando em Canaã, teve seu filho José que foi vendido pelos seus irmãos aos ismaelitas (Gn 37 : 28), que o venderam para Potifar, eunuco de Faraó, capitão da guarda, varão egípcio (Gn 39 : 1).  José achou graça aos olhos de Potifar e esse entregou tudo o que tinha na mão de José.  Conta-nos a palavra de Deus que tudo o que José fazia era prosperado pelo Senhor, e era ele um homem temente a Deus, chegando a ser o governador do Egito, só estando abaixo do Faraó no Egito.
José foi agraciado por Deus e por Ele usado para preservar a vida de seu pai e de toda a sua família e a tudo o que pertencia a casa de seu pai.  Ele optou por agradar ao Senhor, rejeitando o pecado, e foi grandemente honrado por Deus.
Passado o tempo depois da morte de José, os filhos de Israel cresceram muito na terra do Egito e o Faraó escravizou os filhos de Israel, que foram escravizados por 400 anos e após esse período de escravidão, Deus levanta Moisés para libertar os filhos de Israel do Egito.
Os egípcios e as nações vizinhas cometiam várias abominações aos olhos de Deus, e Deus quando libertou o povo de Israel, ordenou que o povo liberto por Ele, não praticassem as más obras praticadas por essas nações, e fez um concerto com o povo israelita, através de Moisés, ordenando que eles se separassem e andassem de acordo com os mandamentos que Ele ordenara a Moisés.  Sob a liderança de Moisés, o povo que saiu do Egito, por promessa de Deus, conquistaria várias nações.
As nações conquistadas, praticavam atos que desagradavam a Deus, tais como adivinhações, feitiçarias, encantamentos, mágicas, consulta a mortos, etc (Dt 18 :  10 - 11). Todas essas coisas eram praticadas por essas nações que seriam conquistadas, mas ao povo do Senhor foi vedada tais praticas, além de várias outras citadas no livro de Levítico como o homossexualismo, adultério, pratica sexual de pessoas com animais, etc (Lv 18 : 19 - 30).
No livro de Provérbios, o semear contendas entre irmãos é visto como abominação aos olhos de Deus (Pv 6 : 16 - 19), sendo assim, nenhuma pessoa que toma essa atitude, está agradando ao Senhor.  
Todas essas coisas desagradam a Deus, e foram vedadas aos servos do Senhor,  mas existe uma saída para todos os que estão inclusos e vivem na pratica desses atos abomináveis. Há uma esperança de transformação e libertação, para todos os que se encontram presos nessas armadilhas satânicas.  Deus na sua onisciência, já havia preparado a solução para a humanidade caída no pecado, enviando o seu Filho JESUS CRISTO, para "salvar o que se havia perdido".  Em João 3 : 16, as escrituras sagradas nos diz que Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha vida eterna.
O sacrifício de Jesus no Calvário, derramando o seu sangue inocente, para salvar, libertar, perdoar os pecados de todo o mundo, foi o meio que Deus proporcionou para que o homem volte a ter comunhão com o seu Criador.  Em Cristo Jesus, todas essas abominações podem cair por terra e os praticantes desses atos abomináveis podem ser transformados pelo poder de Deus.   Jesus mesmo disse :  Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.  Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas.  Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve (Mt 11 :  28 - 30).
Paulo na sua 2ª carta aos Corintios 5 : 17 disse : Assim, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram ; eis que tudo se fez novo.
Assim como Deus abençoou a Abraão, Isaque, Jacó, José, Moisés e todos aqueles que antes de Cristo, fizeram as suas escolhas por servir a Deus, hoje, JESUS continua chamando a humanidade à uma real conversão, ao novo nascimento, para que através do sangue que Ele derramou, cada um de nós tenhamos ousadia para entrar no santo dos santos, e alcancemos da parte de Deus a reconciliação por meio de JESUS CRISTO.
Assim como ao povo israelita foi ordenado que se lançasse fora todas as abominações praticadas pelas nações, Deus quer que nós lancemos fora tudo o que não O agrada, tudo que o mundo moderno oferece e que está tomando o lugar de Deus em nossa vida. Deus quer que sejamos cristãos genuínos e que em  nós esteja refletida a glória de Cristo.

Bíblia Sagrada
Edilberto Pereira (Bacharel em Teologia - FTL - FAECAD)

Nenhum comentário:

Postar um comentário